Copywriting nas redes sociais: como produzir conteúdo para vender mais

Convencer o público a adquirir determinados produtos e serviços não é uma tarefa fácil. Com um mercado cada vez mais competitivo, o copywriting é uma técnica que pode ser o grande diferencial para sua empresa direcionar os consumidores à aquisição de soluções efetivas.

Essa técnica contribui para ações de marketing e vendas, podendo ser inserida nos conteúdos de e-mails, anúncios, sites, catálogos, cartas de vendas, entre outros. 

Os profissionais que atuam com as técnicas de copywriting são chamadas de copywriters e utilizam técnicas de escrita atrativa, clara e persuasiva para realizar o copy, como é chamado o texto nessa técnica.

Sendo assim, compreender o que é o copywriting, como funciona e os benefícios em investir nesta técnica é o modo de ter excelentes resultados.

O que é Copywriting?

O copywriting é uma estratégia muito utilizada no marketing digital e visa a produção de textos persuasivos como uma ferramenta de convencimento dos leitores, levando-os a praticar uma ação, geralmente voltado à conversão desses usuários.

Para que isso seja possível, os textos são construídos de forma estratégica, utilizando técnicas como legibilidade, empatia, construção de relacionamento, apresentação de benefícios, frases diretas e claras, uso de imperativos e até gatilhos emocionais, entre outras.

Considerando esses aspectos, a estratégia de copywriting ganhou mais espaço, principalmente com os avanços da tecnologia – e velocidade que uma mensagem precisa ser transmitida online – e a possibilidade de ser facilmente adaptada a diversos canais de comunicação.

Assim, as técnicas de copywriting não envolvem apenas a persuasão, mas também gatilhos e métodos para aumentar a conversão de vendas nos negócios considerando o canal e formato do material, por exemplo, se é um blog post, e-mail marketing ou landing page.

Afinal, apesar de ter aspectos e características comuns, algumas adequações são necessárias considerando esses espaços.

Por que investir em copywriting?

Ao conhecer o conceito de copywriting, os profissionais podem se perguntar o porquê de investir nesta técnica.

O copywriting é uma metodologia de escrita que visa a conversão, ou seja, é indicada quando você deseja que o seu público realize alguma ação.

Um ponto interessante é que o copywriting pode ser utilizado em diferentes momentos da estratégia de comunicação e até setores de atuação, desde agência de intercâmbio em SP até grandes indústrias metalúrgicas.

Em relação aos objetivos, o copy pode ser usado para convencer o cliente a realizar uma compra, incentivar o download de materiais ricos, levar os leads (potenciais clientes) a conhecerem um produto ou serviço, aumentar o engajamento do público nas redes sociais, entre outras possibilidades.

Diferenças entre copywriting e redação publicitária 

Por envolver técnicas para o desenvolvimento de textos, algumas pessoas podem confundir o copywriting com a redação publicitária. Mas afinal, qual a diferença entre os dois conceitos?

A redação publicitária surgiu primeiro, pois, desde o surgimento de jornais e revistas, as empresas enxergaram a oportunidade de anunciar seus produtos e serviços nesses canais. A redação é, basicamente, a forma como os anúncios são desenvolvidos, de forma leve, para que as pessoas se interessem e as empresas passem a lucrar mais.

Conteúdos direcionados à informação, voltados para explicar ou apresentar algo, sem um foco na tomada de ações, também podem compor a redação publicitária – principalmente quando utilizados para descrever produtos e serviços.

Com o passar do tempo, surgiu o copywriting, que visa persuadir o leitor a realizar uma ação, seja a compra, download de material ou qualquer outra conversão que o empreendedor deseje para a sua empresa administradora de condomínio, por exemplo.

Uma característica do copywriting é o uso de CTA (Chamada de Ação). 

Neste caso, é necessário definir uma frase/orientação forte e que ajude a despertar a curiosidade do público ou direcioná-lo para a ação esperada naquele material. Assim, se o objetivo for o download de um e-book, ao final é possível destacar a ação como “baixe agora”.

Desse modo, com o uso de algumas técnicas de persuasão ao produzir o material, os empreendedores conseguem convencer o público a realizar a ação.

Além disso, o copywriting é mais voltado para o marketing direto e proporciona ganhos rápidos. 

Por conta disso, pode ser utilizado para a aceleração de vendas, visto que os benefícios e vantagens de produtos e serviços são destacados para o público-alvo.

Já a redação publicitária tem foco nos objetivos criativos, que não geram, necessariamente, uma venda instantaneamente. Esse método ajuda as empresas a falarem mais da marca, mostrar em detalhes os seus produtos e serviços, além de ajudar no posicionamento.

As diferenças podem ser pequenas, mas cada conceito possui objetivos diferentes e contribuem para o fortalecimento e desenvolvimento da marca de forma mais ampla, principalmente quando aplicadas de forma conjunta para a divulgação de produtos e serviços, manutenção hidráulica predial e em diversas áreas.

Qual a relação do copywriting e marketing conteúdo?

O objetivo do marketing de conteúdo é engajar e educar o público, incentivando a aquisição de produtos e serviços. O copywriting pode ser utilizado nas etapas de funil para ajudar a converter na jornada e fechar uma venda com eficiência e rapidez.

Para conseguir excelentes resultados, é necessário conhecer bem o seu público, assim é possível unir o marketing de conteúdo e copywriting de modo inteligente. 

É por meio de conteúdos de valor que você fará com que os clientes tomem atitudes e compre os seus produtos, evoluindo na jornada com informações importantes para a decisão.

Erros no copywriting que devem ser evitados

Para a estratégia de copywriting gerar resultados positivos, é necessário evitar erros. Os mais comuns são:

Textos pobres e ruins

Os conteúdos precisam ter coerência, ou seja, fáceis de entender e sem erros de português.

Falta de credibilidade

O material precisa convencer o cliente e não gerar dúvidas. 

Assim, é preciso ter clareza e objetividade nas mensagens abordadas.

Também é importante destacar a todo momento a credibilidade da empresa e seus serviços de abertura de empresa Simples Nacional, por exemplo.

Para isso, outras ações de reforço e reconhecimento de marca também devem ser realizadas.

Menos é mais

Não há como falar de tudo a respeito da empresa em um único email, post de redes sociais ou um material impresso. 

Sendo assim, é importante focar em tópicos específicos em cada material, direcionando o público rumo a um único objetivo. Assim é possível ter mais vendas a partir do copy.

Não foque só nos benefícios dos produtos e serviços

É interessante não focar apenas características dos produtos, é preciso contextualizar isso para o consumidor.

Ou seja, também é importante abordar as vantagens e soluções que proporciona ao cliente, demonstrando porque – do ponto de vista do público – aquela pode ser uma boa solução.  

Esta é uma dica válida para uma qualquer ação de copy da empresa, seja ela atuante na avaliação patrimonial ou de qualquer outros segmentos.

Copywriting nas redes sociais 

As redes sociais são ferramentas que ajudam a aproximar as marcas dos seus clientes, sendo um excelente canal para as vendas e boas interações. 

Para obter excelentes resultados, os profissionais devem dominar as técnicas de copywriting que ajudam a agregar um diferencial nos conteúdos do nessas plataformas. 

As principais técnicas são:

  1. Explore os gatilhos corretos para atrair as pessoas

Os gatilhos mentais são estímulos externos que levam a pessoa a tomada de decisões. No copywriting, os gatilhos mais utilizados consistem em:

  • Reciprocidade;
  • Autoridade;
  • Prova social;
  • Afinidade;
  • Escassez;
  • Coerência e compromisso.

Com estes gatilhos, os copywriters podem desenvolver uma relação e instigar o cliente, conquistando bons resultados, aumentando as vendas, credibilidade, além de fortalecer a imagem da marca.

Reciprocidade

Este gatilho tem como base a característica humana natural em responder ações positivas com outras ações positivas.

No segmento de vendas, isto seria basicamente entregar algo de valor aos clientes e receber na mesma proporção.

Alguns exemplos práticos são o fornecimento de materiais ricos ou oferecer períodos de teste grátis, conforme o produto ou serviço oferecido.

Escassez

A escassez é um gatilho que gera a sensação de que algo será perdido. Essa sensação faz com que o cérebro entenda e provoque uma reação emocional de que a pessoa não pode ficar sem o produto ou serviço.

O gatilho de escassez pode ser aplicado no copywriting ao utilizar frases como “só amanhã”, “apenas para os 5 primeiros”, entre outras que dão a sensação de urgência.

Oferecer benefícios por tempo limitado e para estimular a tomada rápida de decisão também é uma opção aqui, utilizando ações como: “Cadastre-se agora no webinar sobre administradora de condomínios residenciais e tenha acesso a conteúdos e dicas exclusivos”.

Autoridade

O gatilho de autoridade no copywriting é basicamente o uso de bases e referências que dão suporte aos textos desenvolvidos pelos copywriters, demonstrando a expertise da marca no segmento de atuação.

Este gatilho é muito interessante de ser utilizado, já que as pessoas têm a tendência de confiar no que pensa que é superior.

Assim, a ideia é utilizar conteúdos de referências como reportagens, artigos, vídeos, palestras e a opinião de especialistas para corroborar uma informação que a marca trouxe anteriormente.

Clareza e objetividade

Um copy bem desenvolvido tem grandes chances de chamar atenção do público. Ao visitar o perfil ou página, a persona (representação do cliente ideal) espera encontrar tudo que precisa em poucos segundos.

É importante pensar no posicionamento dos botões, uso de imagens e infográficos, emojis, e espaçamento entre os tópicos para tornar o material mais intuitivo, informativo, agradável e claro. 

Isso ajudará na navegação da página e, consequentemente, o usuário encontrará as informações mais rapidamente, afinal, ao “bater o olho”, a pessoa enxergará tudo o que lhe interessa.

Ofereça sempre algo a mais 

Mostrar que a marca escuta e se preocupa com os consumidores e está focada em resolver as dificuldades é outro aspecto crucial. 

Deste modo, ofereça sempre algo além do que foi solicitado, ou demonstre que existem bônus quando o usuário realizar determinada ação junto a empresas de energia solar na Bahia,  aumentando a credibilidade e trazendo benefícios que agregam à experiência do cliente.

Responder aos comentários e interagir com o público são ações que podem ajudar na construção de uma boa relação com o cliente, aumentando o sucesso do copy.

Use as técnicas de storytelling

Engajar os seus seguidores contando boas histórias é uma verdadeira arte. 

O copywriting pode ter uma narrativa, algo que agrega um diferencial e ajuda a conquistar as pessoas.

As empresas podem criar uma sequência de posts relacionados com imagens de qualidade, ilustrações e metáforas que envolvem o público, desenvolvendo um storytelling de qualidade – o que ajuda muito na qualidade e efetividade do copy.

Estas e outras técnicas ajudam criar ótimos copys nas redes sociais, potencializando os resultados das campanhas de marketing de escritório de contabilidade em SP, agências de modelo, construtoras, lojas de móveis e diversos outros segmentos de atuação, conforme as necessidades do empreendedor.

Portanto, os investimentos nas técnicas e estratégias de copywriting são formas de vender mais, se tornar referência no nicho de atuação e ter um ótimo relacionamento com os clientes, direcionando-os com mais qualidade na jornada de compra.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.